Blog

Já não há desculpas para não ter uma Passive House – Parte 1

Autor: Passivhaus Portugal
14/12/2020



Um dos principais objectivos da Associação Passivhaus Portugal é disseminar o conceito Passive House como um conceito construtivo que define um padrão de alto desempenho que é eficiente, sob o ponto de vista energético, saudável, confortável, economicamente acessível e sustentável. Mas divulgar o conceito não é suficiente é necessário criar condições para que este seja implementado.

 

Por isso, desde 2013 que a Passivhaus Portugal tem desenvolvido uma estratégia de implementação, materializada na criação e no fortalecimento da rede Passive House em Portugal, que assenta na formação profissional para todos os agentes do sector da construção desde consultores a projectistas, arquitectos, engenheiros e engenheiros técnicos civis, engenheiros mecânicos, peritos qualificados, etc. Essa estratégia tem permitido o aumento da rede de profissionais capazes de compreender a importância do desempenho da envolvente do edifício, a importância da ventilação e de sistemas eficientes, implementar soluções Passive House, projetar edifícios Passive House e NZEB e utilizar a ferramenta PHPP.

 

 

 

Por isso não se preocupe, se quer ter uma Passive House há neste momento mais de 400 pessoas em Portugal que o podem ajudar e mais de 150 profissionais estão certificados pelo Passivhaus Institut. O número de profissionais interessados no conceito Passive House continua a crescer e já participaram nos eventos promovidos pela Associação mais de 6000 pessoas.

 

 

Estes profissionais podem realizar consultoria e/ou projecto, e integrados numa equipa multidisciplinar, podem até, em alguns casos, construir a sua Passive House. Se precisar de um deles pode contactar a Associação Passivhaus Portugal ou então procurar directamente na base de dados disponível do Passivhaus Institut.

 

Portugal é actualmente o 7º país do mundo com mais profissionais certificados per capita, quer sejam Certified Passive House Designer ou Certified Passive House Tradesperson. Ainda antes da crise pandémica que vivemos algumas formações foram realizadas por vídeo-conferência já com a preocupação clara de chegar a mais pessoas reduzindo os encargos (pessoais, económicos e ambientais) das deslocações. Actualmente, este modelo está a concretizar-se em todos os cursos e tem sido uma boa experiência, quer para os formandos, quer para os formadores.

 

 

Para além das formações a Associação tem promovido vários workshops e anualmente a Conferência PassivHaus Portugal e este ano não é excepção. Com quatro workshops, quatro sessões temáticas e uma extensa exposição virtual, este será o primeiro ano que o evento decorrerá on-line. A participação na conferência permite a obtenção de créditos para a manutenção da certificação dos profissionais Certified Passive House Designer e Certified Passive House Tradesperson.

 

Destacamos a recente 8ª Conferência Passivhaus Portugal 2020 que decorreu este ano de forma inteiramente virtual. Pode ver aqui o balanço da conferência e ver ou rever todos os momentos da conferência aqui.

 

Acreditamos que esta será mais uma forma de continuar a divulgar o conceito Passive House em Portugal. Contamos com todos.

 

 

Agora que já conhece melhor a rede Passive House em Portugal, qual é a desculpa para não fazer bem?


Tag(s): #Comunidade, #Certificacao, #Formacao, #Desempenho

Subscreva a Newsletter Passivhaus Portugal

   
   
© 2018 Associação Passivhaus Portugal
by INOVAnet

Associação Passivhaus Portugal